Novidades
 
CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA VERTEBRAL

A cada dia que passa novas tecnologias e técnicas operatórias são inseridas no dia-a-dia de pacientes e médicos, exigindo constante especialização e dedicação desses profissionais.
Na área de Cirurgia da Coluna Vertebral não é diferente, sendo que a grande novidade é a tendência cada vez maior pela escolha por parte dos médicos especialistas e de seus pacientes pelas técnicas chamadas de Minimamente Invasivas.

O Que são procedimentos Minimamente invasivos?

São aqueles em que há uma agressão mínima aos tecidos do corpo, com o manuseio cirúrgico restrito apenas à área doente, preservando as outras estruturas. O Objetivo geralmente é o mesmo das cirurgias convencionais, sem os riscos de uma cirurgia tradicional (grande), reduzindo a dor pós-operatória, a permanência no hospital, e acelerando o retorno às atividades normais, ou seja, resolver o problema com um menor sofrimento do paciente.

Quando estão indicados?

Os tratamentos minimamente invasivos podem ser realizados em diversas doenças da coluna, sendo as mais comuns as Hérnias de disco, dores crônicas devido à doenças degenerativas (discopatia degenerativa e artrose), fraturas, tumores, entre outros.


Hérnia discal

Quais os tipos mais comuns?
Cada caso deve ser avaliado individualmente por um Ortopedista Especialista em coluna vertebral para que os melhores resultados sejam alcançados.

A Nucleoplastia/Denervação facetária por radiofreqüência são muito utilizada para o tratamento de alguns tipos de hérnias/protusões discais, assim como para doenças degenerativas, não havendo cortes e não necessitando de internação. É realizada com anestesia local.


Nucleoplastia por radiofreqüência

Em casos mais avançados, a fixação dinâmica (Wallis e/ou Dynesis) poderá estar indicada, com técnicas que necessitam somente de pequenos cortes e apenas 24hs de internação. Com essas técnicas não ocorre a perda de movimentos, como acontece nas técnicas tradicionais de artrodese (parafusos).

Outra técnica muito empregada para casos mais severos de hérnias discais e desgastes são as Artroplastias discais (próteses), que tem o objetivo de substituir os discos doentes, devolvendo a mobilidade natural da coluna, com excelentes resultados, principalmente em pacientes jovens.


Fixação dinâmica da coluna lombar - Wallis

Prótese de disco lombar

A Vertebroplastia Percutânea (aplicação de cimento ortopédico no interior das vértebras) também é largamente utilizada, podendo ser realizada em caráter ambulatorial (sem internação) e com um mínimo corte (somente um ponto) e com anestesia local. Está indicada em diversos tipos de fraturas e tumores.
 

Vertebroplastia – Cimentação das vértebras.

Entretanto, os procedimentos minimamente invasivos se valem de recursos tecnológicos avançados para conseguir cumprir seus objetivos, sendo comum o uso de aparelhos de alta tecnologia e que exigem um elevado e constante grau de especialização por parte do Ortopedista especialista em coluna vertebral.
Os melhores resultados somente serão alcançados quando corretamente indicados e realizados, devendo o paciente ser orientado sobre as limitações de cada método.
 

 

Home | Dr. Fernando | Coluna | Tratamentos | Dicas | Links | Fotos de convenções | Textos | Contato
© 2014 Dr.Fernando Gritsch Sanchis